Uncategorized

Eu ainda estou aqui…

É difícil começar esse texto porque acredito que essa seja a primeira vez que me abro (em texto), e tenho a capacidade de me expressar melhor. Tenho tanto pra contar… Como eu já disse pra vocês uma vez, vocês só veem o que eu exponho: a ponta do iceberg, da minha vida. Ok. Todo mundo tem seus problemas, mas hoje vou contar dos meus para quem estava preocupado se “desisti ou não de viver”. Eu ainda não tenho uma resposta pra isso, mas posso garantir que esse é um dos momentos mais turbulentos que tenho vivido. Tem acontecido tanta coisa e eu tendo que me virar com todas elas sozinha. É muito estresse, e morar sozinha e se estressar com absolutamente tudo ao seu redor, faz sua vida virar um caos.

Muitos de vocês já sabem que sofro de depressão há alguns anos, e descobri faz um tempo que também tenho a síndrome de Borderline, que também pode ser chamada de transtorno de personalidade limítrofe. Eu não vou contar todos os detalhes desse transtorno, eu poderia passar o meu dia aqui explicando pra vocês, mas felizmente o Google existe (para quem tiver interesse em saber mais a fundo), mas resumidamente, tenho crises de personalidade, algumas incontroláveis, fico em estado de mania, que faz com que eu quebre/destrua, tudo ao meu redor, tenho um medo absurdo de ficar sozinha ou ser abandonada, sinto vazio, me automutilo, sinto culpa, pânico. E não, eu não me orgulho de nada disso e jamais romantizo. Não uso esse transtorno como desculpa, mas ele está sempre aqui presente afetando meu emocional, aliás, alerto todo mundo com quem me envolvo que sofro desses problemas para que as mesmas saibam com quem estão se envolvendo. Eu me sinto péssima quando machuco as pessoas com quem me envolvo. Não sei se eu deveria (?) mas acho melhor do que elas se assustarem em um surto que eu tenha. É complicadíssimo lutar contra isso sozinha, mesmo tendo ajuda profissional e tomando medicamentos, que aliás, estou tomando três devido a esses problemas, e até o momento, não vi resultados (vale lembrar que não é a primeira vez que troco de medicamentos). Longe de mim romantizar essa coisa toda, pois é realmente sofrido lidar com isso e conviver com alguém assim. Aja paciência. Não pedimos pra ter esses transtornos, eles apenas se manifestam e a gente nem vê, nem percebe, e aparenta até ser egoísta quando alguém quer ajudar e a gente se nega. Eu inclusive tenho afastado melhores amigos, família, colegas de trabalho por causa disso, mesmo lutando, pois sou uma bomba relógio, e não quero ferir ninguém.

Me sinto um peso pro mundo na maior parte do tempo, e tô sempre lendo comentários maldosos que me deixam extremamente pra baixo (mais do que já estou), coisas do tipo “por que ao invés de tentar se matar, você não se mata logo?”. Um dos meus melhores amigos, que eu confiava minha vida, inclusive, me disse isso. Fiquei despedaçada cogitando se eu deveria fazer o que ele disse. Me perguntando se eu devesse seguir o conselho dele, pois seria melhor para o mundo e para as pessoas. Como muita gente provavelmente pensou, isso não se trata de namorado/homem nenhum, se trata da minha mente que está abalada, de eu ter perdido as esperanças de algum dia ser feliz de verdade e olhar pra mim e estar em paz comigo mesma, e não fisicamente ou com o que eu conquistei na vida, porque isso não é importante. Digo sobre minha cabeça estar em paz e eu sorrir, como se meus problemas fossem embora. Agora vocês me perguntam “Como uma mulher de 23 anos, independente, com tudo o que uma mulher deseja na vida (sapatos, maquiagens e roupas de graça, com coleções com o nome dela, etc.) pensa em suicídio ou é infeliz? Que ingratidão!” Bom, ao meu ver isso não é tão importante quanto a minha saúde mental. Bens materiais não são tudo. E acredite, eu já pensei assim também antes de ter tudo isso, eu já achei a amiguinha ingrata por “não valorizar” o que ela tem, e chegava a pensar “nossa.. se fosse eu no lugar dela, seria a pessoa mais feliz do mundo!” “ela tem tudo!”. No final não temos absolutamente nada, e vamos todos para o mesmo lugar. Que triste se parar pra pensar, né?! Eu ainda estou aqui.

Eu continuo lutando mesmo não aguentando mais os meus problemas e minha própria cabeça. Eu tô com aquele pouquinho de esperança de “isso é só uma fase, vai passar”. Mas posso ser honesta? Eu não sinto mais prazer em viver, sair da cama, comer, fazer coisas que qualquer ser humano faz, há tanto tempo. Estou no meu limite. E é óbvio que eu estou em uma depressão profunda neste momento. Estou escrevendo isso para vocês que se preocupam e me amam, saibam o que se passa na minha cabeça. Eu agradeço imensamente por vocês quererem me ajudar, e sei que muitos de vocês também são fortes, passam pelo mesmo ou pior, e eu queria poder ser a força de vocês, sempre, pra ajudar vocês a superarem os obstáculos da vida. Mas infelizmente não posso ajudar nem a mim mesma…. Eu sinto muito se falhei, se fui fraca, mas estou abrindo meu coração pra vocês, e eu não tenho nem ideia de quantas pessoas vão ler isso, mas saibam que eu fui forte e dei meu melhor em tudo o que eu pude. <3

Comments

comments

39 Comments

  1. Flavia Morenk

    12 de agosto de 2017 at 8:06

    Lin eu entendo vc. Pelo fato de já ter sentido tudo isso e estar em tratamento a mais de 9 anos. A depressão tira tudo da gente. Vontade, gratidão, fome, alegria. O que vc pode fazer é mudar os gatilhos. Li o livro “o poder do hábito” e descobri que precisamos mudar nosso estilo de vida nas pequenas coisas pra gerar uma mudança real. Análise sua vida em um caderno e veja o que são prioridades e necessidades. Equilibre elas e coloque novos hábitos na sua vida. Sei que vc ainda é jovem e muitas coisas vc ainda não enxerga mas procure entender que pra ajudar no seu tratamento vc precisa mudar. Tente deixar álcool e café, cigarro de lado. Eles atrapalham e geram vicio mesmo vc achando que é mais forte. Durma. Dormir ajuda a gente a colocar a cabeça no lugar. Faça algum exercício. Caminhadas, meditação, leitura de livros, tomar um Solzinho nem que sejam 5 minutos. Abra as janelas. Areje sua casa. Mesmo que esteja frio. As coisas mudam quando a gente muda. Vc é forte e não é peso, mas a mudança tem que ser tbm de dentro. ❤️

    1. morgana

      12 de agosto de 2017 at 17:21

      Melhor comentário! Esse livro eh realmente maravilhoso! E se não estiver afim de ler tem áudio livro dele todinho no Youtube!

    2. Jéssica Carolina

      12 de agosto de 2017 at 20:59

      Nossa esse comentário realmente foi demais. Tudo muda quando a gente muda e isso é muito verdade! Olha quantas pessoas aqui te dizendo que a vida é mara e que vc é forte sim e sensacional, eu optei por fazer um trabalho voluntário, comecei aos poucos e hoje me faz falta se não faço. Eu sempre tive tudo de material na minha vida, e a vida mesmo me deu uma rasteira fazendo com que eu perdesse muitos bens e me desfazendo de muitas coisas, fiquei mal, entrei em depressão e finalmente entendi que a gente não leva nada de material dessa vida, vamos viver, nos doar isso preenche demais! Força, paz, muita luz na sua vida menina linda!

  2. Anonima

    12 de agosto de 2017 at 8:09

    Lindsay,

    Não sei se você vai ler isso, mas gostaria de te dizer algumas coisas.
    Conheci você por um vídeo em que você estava fazendo um desabafo sobre sua vida e problemas pessoais. Diferentemente de muita gente que te segue, não foram os vídeos de maquiagem, etc, que me introduziram a você.
    Naquele vídeo eu vi um exemplo de alguém que independente dos problemas que carrega, tem um consciência incrível da própria vida e uma força, que vejo você questionar no texto acima.
    Lógico que isso é normal, em razão da sua saúde mental, mas quero que saiba que apesar de parecer ser difícil pra você enxergar a si mesma nesse momento, com olhos gentis, tem gente, como eu, que consegue ver a mulher incrível que você lutou e continuar a lutar para ser, e que torce pela sua melhora. Que consegue ver além dos seus transtornos mentais, porque você é MUITO mais que isso. Não se esqueça disso!
    Tenho certeza que a turbulência pela qual você está passando vai se acalmar.

  3. Victória

    12 de agosto de 2017 at 8:18

    Esse texto fala muito sobre a vida, muitas pessoas têm uma visão distorcida do mundo “YouTube” e vc com suas palavras tão linda passou a realidade, espero verdadeiramente que você fique bem, sei que não será de um dia pra noite que isso irá acontecer, mas ainda vou lhe ver fazendo outro texto mas agora falando como você está feliz, pois você realmente merece tanto ❤️ Lhe amo

  4. NathyNathy

    12 de agosto de 2017 at 8:24

    Oh minha linda como eu queria te dar um abraço beeem apertado. Saber que não pensa em suicídio me deixa muito mais tranquila. Vou orar por ti você vai levantar vc vai comer e o mais importante vc vai se sentir feliz creia nisso. Peça isso a Deus . Quantas vezes eu pedi coisas impossíveis ao meu ver e Deus me deu , com vc não vai ser diferente . Força Lindsão !!!

  5. Carolaine Caetano

    12 de agosto de 2017 at 8:35

    Eu também passei por uma fase absurdamente igual. Faz uns dois anos, eu tinha 16/17 anos, mas hoje me sinto melhor… Óbvio que a cabeça da gente prega umas peças e a gente vê o fim do mundo de novo e de novo, as vezes ainda sinto que nada vale a pena e a vontade de seguir em frente é menor que zero, mas isso faz parte da vida. Não tem problema abandonar tudo as vezes Lin, nem sempre a vida é bonita e as vezes precisamos deixar as coisas de lado pra poder melhorar. Tire o tempo que precisar. Você é mais importante que tudo isso, pense primeiro no seu bem estar. E por favor não abandone o tratamento, é muito importante mesmo que não tenha resultados aparentes. Sei que talvez nada disso faça você entender, pois já estive desse lado e não queria ouvir ninguém, mas que fique registrado que você merece o melhor SEMPRE e todos nós aqui queremos te ver lutando e mostrando sua força pro mundo.

  6. Mariana Mentz

    12 de agosto de 2017 at 8:36

    Oi, não te conheço mas sei que não é errado estar “doente” ou ter outros problemas. Não te tiro a razão de não compreender o por que das pessoas serem tao crueis em falar essas coisas, mas se te ajudar tem um livro (romance) que fala sobre automutilação e o que isso causa na própria pessoa e nas que estão ao redor dela. O nome é “Garota em Pedaços” da Kathleen Glasgow. Fica bem!

  7. Talita

    12 de agosto de 2017 at 8:41

    Fica bem lin tudo vai ficar bem, tudo vai se resolver, nos tamos sempre aque por você ,sempre! Acredite… sei bem como e se sentir assim , é péssimo! Mas fui forte ! Pensamento possitivo sempre .Nada muda de um dia pra outro , mas minimiza aos poucos te amo.❤

  8. Lara Lara

    12 de agosto de 2017 at 8:43

    Lin, você faz terapia com alguma psicóloga?
    Eu acho que isso pode te ajudar demais! Eu tenho ansiedade e estava começando a ter sintomas depressivos por causa disso e me sentia muito parecido com o que você descreveu no último parágrafo. Comecei a faze terapia com uma psicóloga da linha cognitivo-comportamental no final do ano passado e no inicio desse ano comecei com a medicação associado a essa terapia para me ajudar. Minha vida mudou e eu estou vendo e sentindo coisas que nunca tinha sentido antes em toda a minha vida. Claro que cada caso é um caso, mas a terapia me ajudou e me ajuda demais, sempre recomendo. E se você faz a terapia e não gosta da sua psicóloga ou psicólogo, TROQUE, porque isso é fundamental.
    E não acredite nas pessoas que falam que o que você precisa é Deus! Você tem uma doença, e assim como qualquer outra doença precisa de um tratamento :*
    Além do mais, você é uma pessoa maravilhosa, acredite em você e não deixe o que as pessoas falam de ruim te afetar.
    Abraços de alguém que está torcendo pela sua melhora!

  9. Jamila

    12 de agosto de 2017 at 8:54

    Eu sinto muito por todos os problemas que vc está passando,eu nunca fui muito de comentar mais eu te acompanho faz anos,e me inspiro em vc a anos. A vida ela é extremamente complicada, e não adianta a gente ter tudo é ao mesmo tempo não ter nada (digo paz espiritual), Lindsay vc é a única pessoa que pode se salvar,vc não pode desistir de si mesma não pode desistir da sua vida. Te digo isso porque já passei por tanto e eu só podia contar comigo mesma,eu aprendi que sempre serei a minha própria heroína e por enquanto em que eu tiver a mim mesma,não estarei só.
    Continue com os seus tratamentos,chore quando vc tiver que chorar porque vc precisa por pra fora… continue se cuidando,traga para mais perto as pessoas que realmente querem o seu bem e procure viver Lindsay, tente sair mais, planeje uma viajem e ponha na sua cabeça que sim vc é forte o suficiente para sair dessa situação, eu acredito em vc, nós acreditamos em vc…e por favor acredite em vc, vc pode sair dessa,seja sua própria heroína…eu amo vc e tenho um carinho muito grande por ti,já me ajudou tanto! Eu estarei aqui torcendo por ti e tenho certeza que verei sua vitória…bjs 😘😘😘😘

  10. Aline

    12 de agosto de 2017 at 9:10

    Eu espero,do fundo do meu coração que essas palavras de conforto que muitas pessoas deixaram aqui,pesem bem mais do que os comentários maldosos.Eu sei que não adianta falar pra ti não se importar com isso,mas saiba que mesmo em meio toda essa maldade,o mundo ainda é bonito e cheio de pessoas boas ❤
    Vou orar por você e pedir pra papai do céu te cuidar,mesmo que vc não acredite você é muito amada e quando menos esperar essa crise vai passar,desejo que você fique bem e em breve volte pra contar as novidades.
    Fico por aqui,te desejando toda luz e amor desse mundo.

  11. Lais fernandes

    12 de agosto de 2017 at 9:36

    Lind, acompanho vc a um tempo e adoro o seu trabalho
    Vc eh importantr pra mim e pra muitas pessoas q te acompanham!!!! Isso é sério… tenta se aproximar de coisas e pessoas q te fazem brm… tira um tempo pra vc e pra organização de suas ideias e pensamentos. To na torcida por vc… vc vai melhorar, nao pense q isso eh pra sempre não! As crises aparecem como oportunidade para nos reorganizarnos… faça isso.. aproveite esse momento pra vc e pra sua mente.. afinal nossa mente eh nosso lar, cuide bem dele e o alimente con coisas boas… pensa em quanta gente te acompanha e se preocupa. Eu me preocupo!!!!!
    Fica bem!!! ❤

  12. Danielle

    12 de agosto de 2017 at 9:37

    Oi lindsão!! Também não costumo fazer comentários em publicações, mas percebi que vc realmente está passando por um momento muito difícil e quem sabe alguma palavra minha possa te ajudar. Bom, nós, seres humanos, temos a tendência de pensar que a nossa felicidade sempre depende de alguma coisa externa a gente “ah se eu entrar em tal faculdade, serei feliz”, “se eu conseguir tal emprego, serei feliz”. Eu nunca passei por depressão, mas ano passado cheguei a algo próximo disso, estava perdida e colocava em uma possível carreira toda a felicidade que eu não conseguia encontrar, eu não sabia o que queria fazer e achava que se eu não me encontrasse como profissional, eu nunca seria feliz, passei por terapia, por calmante, devolviam parte da minha calma, mas não faziam de mim uma pessoa feliz. Mas esse ano, de 2017, costumo dizer que foi a epifania da minha vida: continuo sem uma carreira, mas estou feliz. Ainda não sei que curso fazer, mas sei que independente do que eu faça, serei feliz. Eu me responsabilizei por encontrar minha felicidade, e não deixar nada e nem ninguém tirar isso de mim. Claro, tenho deslizes, fico triste às vezes, como qualquer ser humano, mas logo passa. E sabe o que mais me ajudou a encontrar a tal da paz interior? Focar em tratamentos complementares e alternativos, “curar” a minha alma. Uma das melhores coisas foi a cura prânica, uma forma de curar energética na qual a pessoa (terapeuta), não te toca, mas utiliza da habilidade energética dela pra realinhar sua energia. Além disso, investi na meditação, como não sabia como fazer e achava ser a coisa mais complicada do mundo, procurei um grupo de meditação aqui onde eu moro e gostei muito (eles são gratuitos, inclusive), fora vários vídeos no YouTube (dos mais diversos assuntos) que me ajudaram muito. É claro que isso foi o que ME ajudou e me modificou como pessoa, fui de uma pessoa perdida e triste, pra uma perdida e feliz hahahah vc precisa dos seus remédios e seus tratamentos sim, são muito importantes, mas caso vc queira ver uma melhora a longo prazo, algo que te preencha mesmo estando sozinha, essas coisas podem te ajudar. Pode parecer clichê, mas em um mundo caótico como o nosso, encontrar o silêncio e a paz interior, e ter na sua própria companhia a melhor companhia, e nunca se sentir sozinha, mesmo estando sozinha, são coisas importantes e que nos ajudam a seguir em frente. E o melhor de tudo isso: qualquer pessoa, com um pouco de auxílio, uma indicação aqui, uma ajudinha ali, pode conseguir.. CONSEGUE! É um caminho que não precisa acontecer de um dia para o outro, leva mais tempo para alguns, menos tempo para outros, mas somos tão jovens, precisamos caminhar e não correr com a vida!! Eu não te conheço, claro, além do que eu já presenciei em vídeos, mas sei que vc é uma pessoa independente e extremamente forte, guerreira. Enfim, teria muito mais a falar, mas aqui já ficou grande demais hahah Lih, a vida é linda, sei que pode parecer difícil e às vezes até impossível enxergar isso, mas batalhe para conseguir com a mesma força que você batalhou e batalha pra conseguir sua independência, sua vida. Vc é linda e todos estamos na Terra por algum motivo. Deus não falha, NUNCA. Se vc está aqui é pq é onde vc deve ficar e Ele confia em você pra passar por tudo isso que vc vem passando. Somos milhares no Brasil te acompanhando e admirando, vc é amada por muitos. Receba nossas boas energias! Beijos, vc é linda e amada 😘😘😘

  13. Giovanna

    12 de agosto de 2017 at 9:49

    Sei que você não vai ler, mas vou deixar aq msm assim, eu passei por algo parecido e essa é a minha história. Meu pai morreu quando eu tinha menos de uma semana de vida, então sempre fomos eu e
    minha mãe. Quando completei 5 anos minha mãe se casou com um cara que tinha muito dinheiro e fomos viver na realidade perfeita dos riquinhos. Nós dependiamos dele pra tudo, foi então que minha mãe engravidou. E tudo tava certo todo mundo tava feliz,quando minha irmã nasceu o parto foi complicado, resultado: minha mãe morreu. O marido dela ficou com muito desgosto e culpava minha irmã pela morte da minha mãe, ele ficou com tanta raiva que mandou eu e minha irmã pra morar com a irmã dele.  A irma dele tinha um filho cuja me apaixonei logonde cara, foi reciproco, então começamos a namorar, e ele era a parte boa da minha vida. Foi ai que ele me traiu e eu fiquei em pedaços, o pior era que a mae dela ainda defendia ele afirmando que eu nao era boa o suficiente. Na escola eu não me dava bem as notas e minhas amigas (eram muitas) eram extremamente falsas, invejosas manipuladoras e que só me botavam pra baixo. Ai eu me joguei do 2 andar. Quando eu caí fiquei desacordada por vinte minutos lembro de ter aberto os olhos e eu vi o céu azul, eu não estava sentindo dor então achei que havia morrido. Mas aí depois a dor me subiu e vi os médicos, senti que estav numa maca e tudo voltou ao real. Eu quebrei as duas pernas, 3 costelas, o braço. Eu tive também fraturas graves no crânio que por um milagre não me deixaram futuros problemas. Então desde então eu senti que tinha uma segunda chance, não era para eu morrer. Eu devia viver e se não fosse por mim, pela minha irmã. Hoje em dia eu superei isso, com muito esforco e pensamento positivo. Agora tenho 1 filha de 2 anos, um noivo maravilhoso. Então não desista, por que sua felicidade pode estar próxima, e se você desistir não vai vive-la.

  14. Joyci Ribeiro

    12 de agosto de 2017 at 10:10

    Lindsay não desiste, você já está sendo muito forte! Tenta tratamento por hipnose clinica, é um tratamento muito eficiente, principalmete em relação a problemas emocionais/psicologicos. Tem um profissional muito muito bom chamado Rafael José Kraisch, ele com certeza pode te ajudar agora, o Pyong Lee já falou sobre ele no seu canal do Youtube. Vou deixar os contatos dele aqui. Não desiste Lindsay nós te amamos muito, todas essas pessoas boas que você tem do outro lado da sua tela pode ter certeza que são pessoas que se preocupa muito com você e quer seu bem, assim com eu.

    Contanto do Rafael José Kraisch:
    http://rafaelkraisch.com.br
    Contatodo Pyong: pyonghipnose@gmailcom

  15. Yasmin

    12 de agosto de 2017 at 10:29

    Você merece dar uma chance a você mesma,de parar pensar no seu propósito neste mundo,viemos a ele pra algo e deixar nossa marca,mostrar o que temos de melhor,sim a vida é feita de dias bons e ruins,mas aprendemos com tudo isso,me perdoe eu não a mínima ideia do que você está passando,mas peço muito a Deus que te ilumine,te abençoe,e olha as críticas sempre estarão presentes,é muito fácil criticar do que se colocar no lugar da pessoa,e ter uma pequena noção do que ela pode estar passando e que isso não é frescura,isso acontece,sabe eu te indico procurar a Deus,não sei se você tem uma religião,vá a uma igreja,só você e Deus ali,converse com ele,entrega seu coração,com sinceridade,ou então faça isso na sua casa mesmo,no seu cantinho,escuta uma música que eu Yasmin gosto muito quando estou pra baixo,chama Noites Traiçoeiras-Padre Marcelo Rossi,escuta ela e neste momento converse com Deus.Ahh Yasmin mas todo mundo diz”Deus vai te ajudar Lin”até agora não ajudou neh? Você precisa pedir com o coração,com sinceridade,e querer que ele possa te curar e te ajudar,pode demorar pq Deus tem o tempo dele,ou até msm não pode demorar,sabe o legal disso é que vc não precisa ter uma religião pra ter contato com Deus,ele não vai te julgar,ele vai te acolher,cuidar da filha linda q ele tem e ama demais!Eu te amo infinito,e desejo que você melhore,que passe por isso,e se um melhor amigo seu disse p vc se matar logo,primeiramente ele não é melhor amigo,porque melhores amigos cuidam,protegem,e fazem de tudo p te ver bem!Fica com Deus,e não desista de você tá ?pfvr. Nós te amamos❤️

  16. Caroline

    12 de agosto de 2017 at 10:44

    Lindsay, você é forte, uma pessoa maravilhosa. Se estás aqui ainda, mulher, isso quer dizer que você já está conseguindo. É muito difícil acreditar nessas coisas quando estamos mal, pois nada parece fazer sentido e nenhuma palavra parece nos fazer algum efeito positivo. Mas eu espero muito que você consiga sair dessa, pois capacidade você tem e está provando sendo essa mulher foda que você é. Vou te dizer que eu estou em tratamento de depressão e é realmente uma jornada que as vezes duvidamos muito que vá funcionar… eu já estive no teu lugar, eu já senti tudo que você mencionou nesse texto (referente à depressão) e isso já ficou no meu passado… tenho certeza que assim como eu você vai se reerguer e continuar tua vida com saúde. Não desiste, não és desistente e você deve saber melhor que eu que és foda e que tu consegue TUDO que tu quer, tudo. E tu vai melhorar, eu tenho certeza absoluta. Busca apoio dos amigos, não tenha medo de pedir ajuda, não és fraca por isso, muito pelo contrário! Caso tenhas oportunidade de fazer isso, só demonstra o quão responsável você é, por perceber que está na hora de pedir ajuda e poder se recuperar, isso quer dizer que você se ama. Às vezes precisamos de um apoio quando não conseguimos mais sozinhos, e foi o que eu mesma fiz e é isso que me fez melhorar. Se eu continuasse onde eu estava, com certeza não estaria mais aqui. Para finalizar, lembre-se sempre que tudo que a gente deseja e tudo que a gente quer tem que vir de nós mesmos, nunca devemos esperar isso de outras pessoas, colocar nossas expectativas em cima de outro ser pois isso só vai lhe trazer decepção e frustração, piorando teu estado. Tudo isso tem que vir de nós, pois o seu AMOR DA VIDA é Lindsão, a tua FELICIDADE é Lindsão e não qualquer outra pessoa, não tens que esperar ninguém pra te fazer feliz, só você pode fazer tudo isso por você, caso contrário não encontrarás felicidade e amor em ninguém. Amor próprio é tudo, e eu tô tendo que falar essas coisas para mim mesma também, haha. E não esquece que a vida nunca vai ser perfeita, sem problemas, tudo pleno, pois estamos aqui para viver e para passar por aprendizados e experiências onde nos deixam cada vez mais fortes. O que temos que sempre exercitar é observar, ter auto-conhecimento e deixar os pensamentos e sensações ruins irem embora. Observá-los, identificá-los, e não abraçá-los como nossos. Eu te admiro muito, só pelo fato de te ver sendo forte, lutando, não desistindo. Não falhaste, bem pelo contrário, e é isso que te faz uma inspiração em forma de mulher. Desejo à você todo amor do mundo, tenha certeza que você vai sair dessa e ao olhar para trás verá que toda essa angústia ficou no passado. És muito nova, tens muito para viver ainda, isso é apenas um ponto da tua vida que vai passar SIM e que depois vais contar como uma experiência e não como uma verdade absoluta da tua personalidade. Isso faz parte da tua vida agora, mas isso não é você, e vais se desconectar disso aos poucos. Continua sendo essa mulher maravilhosa que és e vais conseguir! ♥

  17. Pedro Henrique

    12 de agosto de 2017 at 10:45

    Eu gostaria de dizer a você, nada mais do que todas as outras pessoas estão dizendo, você é muito importante para todos, tenho certeza que todos que se importam com você estão mandando energias boas para você, inclusive eu estou, gosto muito de você e sei que o que você passa é difícil, mas como você disse, sempre tenha a esperança, não vou dizer para você pensar em todas as pessoas que se preocupam com você, pois o mais importante é você pensar em você mesma e saber que em todos os momentos nós estaremos ao seu lado e torcendo para que você fique bem, nós te amamos e queremos ver você com aquele lindo e contagiante sorriso no rosto novamente! ♡♡♡

  18. Mayara Pereira

    12 de agosto de 2017 at 11:35

    Fiquei com o coração apertado depois de ler este texto. Sinto tanto por tudo que está passando e passou bb, nem imagino o quanto você deve estar precisando ser forte, você é uma guerreirassa de chegar onde chegou!
    Gostaria tanto de ajudar-te, mas como não é possível, eu quero pelo menos demonstrar gratidão.
    Obrigada Lindsão.
    Obrigada por tudo o que acrescento e acrescenta a mim todos esses anos que te sigo. Você é uma grande inspiração e exemplo de youtuber, blogueira, mulher, humildade, sinceridade, de ser humano.
    Você é tão você mesma, tua essência, o mundo precisa de mais pessoas como Lindsão.
    Obrigada por existir, você é extremamente importante pra mim. ♡

  19. Leticia

    12 de agosto de 2017 at 11:36

    Lin, não se entregue assim fácil a depressão.
    No momento também sofro dessa praga, mas eu tento ignorar que ela está aqui, por mais que as vezes só sinto vontade de sumir, eu tento me convencer que é apenas um momento, algo passageiro.
    Por mais que seja difícil, não se abale com as coisas horríveis que as más pessoas falam, tudo o que elas desejam é sua queda. Não de a eles o que eles querem, lute, seja forte, mostre ao mundo a sua força interior.
    Eu e mais muitas pessoas sempre estaremos ao seu lado, torcendo pela sua melhora.

  20. Camila

    12 de agosto de 2017 at 12:08

    Oi Lindsay, eu tive depressão quando mais nova e te entendo perfeitamente. Eu ficava uma semana sem tomar banho e escovar os dentes, tinha medo de sair de casa e quando saía tinha ataque de pânico, dormir era a minha fuga. A minha falta de esperança era tão grande que eu achava que ia morrer a qualquer momento, então quando me sentia muito mal escrevia num caderno e passava pra um blog (este http://room-of-angel.blogspot.com.br ) porque se eu morresse queria que alguém soubesse o que eu sentia. Confesso que cheguei ao meu limite quando minha mãe me disse que “eu ficava em casa pra infernizar a vida dos outros”… Ela não sabe que aquilo foi tão devastador pra mim que eu só não tentei suicídio por medo um inferno, já que sou cristã. Lindsay, eu não tinha ninguém, você tem a nós. Não sei se você acredita em Deus, mas quando estiver mal converse com Ele, não “ore”, apenas converse.

  21. isa

    12 de agosto de 2017 at 12:15

    Lindsay, nós temos muito em comum, e muitas diferenças também; tenho a mesma idade que vc, sofri bulling na infância e sofro de depressão, mas tive a sorte de responder aos medicamentos rapidamente. Apenas gostaria de dizer q ja senti algo semelhante ao q vc tem passado, sei o q é nao ter vontade de fazer nada; mas apenas quero te dizer que eu acredito em você. Eu acho você inspiradora, merecedora, vitoriosa e muito esforçada. Sei que vc nao me conhece, mas conte com o meu apoio hoje e sempre. Beijos e muita força!

  22. Ingrid

    12 de agosto de 2017 at 12:35

    Lindsay, eu sei que tu está passando por um momento bem difícil na tua vida, mas quero tu saiba que estamos aqui, eu e milhares de outras pessoas que te acompanham e gostam de ti, eu espero do fundo do meu coração que tu possas superar isto da melhor maneira possível, sei que não existe nada que eu diga que vai fazer com que isso passe mas quero te dizer que quando achamos que não temos mais força para nada é aí que percebemos o quão forte somos e que temos uma capacidade infinita dentro de nós que muitas vezes não temos ideia. Eu queria muito poder te abraçar e te dizer que tudo vai ficar bem, porque tudo vai ficar, eu acredito em ti. Força.

  23. Nathalia

    12 de agosto de 2017 at 12:47

    Acho que não lerá isso, então vou ser breve. Procure um bom lugar que tenha tratamento com Ayahuasca, tinha o mesmo que vc e estou bem melhor, pois trata a depressão. Não sou religiosa, porém não sou ateia, sei que enche o saco a ignorância das pessoas falando que só deus salva, mas tente ir se aprofundando em assuntos místicos, quem sabe não te interessa, por exemplo as terapias alternativas e naturais. Queria tanto poder ser sua amiga pra poder te ajudar com tudo isso, de verdade mesmo queria muito poder conversar com vc pra te ajudar!!!! Estou mandando boas vibrações pra ti. Força guerreira, é só uma fase sim, vc ainda será muito bem e feliz consigo mesma viu? Muita luz!

  24. Ketlin

    12 de agosto de 2017 at 13:56

    Lindsay, tem certeza que já tentou de tudo messsmo? Falta só uma coisa.
    Jesus. Ele é o caminho, a verdade e a vida. Deixe Ele entrar em seu coração ❤️ Ele te ama, e não desiste de você! Não importa qual for o seu problema, Ele é maior que tudo isso e nunca te deixará sozinha! Nunca deixou. Basta crer, que tudo em sua vida mudará ❤️😊 eu sou uma prova disso =D fica bem tá? ❤️

  25. Mariana

    12 de agosto de 2017 at 14:59

    Lin, procure conversar com seu psiquiatra para trocar novamente de medicamento, pergunta se o Roacutan pode estar piorando seu quadro (tá na bula que ele pode piorar depressão), procure fazer psicanálise, eu faço pra tratar de depressão, ansiedade e traumas como assédio e bullying, está me fazendo muito bem! Falar ajuda e cura. Vc tem muitos outros amigos e essa pessoa que falou essa asneira está longe de ser chamada de amiga. Eu sei que vc é ateia, mas tente fazer algo como meditação e procurar sobre, sobre como tentar fazer com que sua mente e energias mude o jeito que funciona (de uma maneira pessimista), fazer com que vc se acostume e exercitar coisas como gratidão e atrair luz e coisas boas para vc. Eu sei que falar assim é fácil, mudar e renascer como uma nova pessoa é difícil, mas foi algo que me ajudou muito. Por exemplo, quando vc fala que não sente mais prazer nenhum em viver, sua mente escuta isso e acaba se acostumando com esse tipo de pensamento. Tente dizer, ao invés disso, que está lutando para tentar ficar em paz consigo mesma. Isso me ajudou demais com meus problemas psicológicos. E a psicanálise também é muito boa, remédios e psiquiatria podem mascarar os sintomas, mas o que trata a raiz do problema mesmo é terapia, e a psicanálise é ainda mais profunda.
    Por exemplo, quando eu ainda estava em crise, perdi muito cabelo, saia com a primeira roupa que pegava do armário, não tinha praticamente nenhum cuidado com a minha imagem. Depois que comecei a me tratar, recuperei minha vaidade, comprei sua linha de batons e não tem 1 dia que não saio de casa sem ao menos usar batom (para o dia a dia, uso o Sarcastic, por isso fiquei super triste com o cancelamento dele). Vc é uma inspiração enorme pra mim de empreendedora e de beleza e estilo, através dos seus tutoriais de make, vídeos de recebidos e etc redescobri a minha vaidade. Eu sei que é difícil e as vezes vc acaba se expondo demais, mas quando vc demostra que não está bem e mostra o lado ruim da vida, o lado que nenhuma blogueira ou digital influencer quer mostrar, vc está quebrando paradigmas. Vc mostra que apesar de beleza, recebidos, patrocínio, fama ou qualquer coisa, os problemas continuam existindo e vc é humana como qualquer um. O tempo inteiro somos cobrados a estar sempre felizes e parece que sentimentos como tristeza, solidão e frustração são abominados, como se eles fossem proibidos e parece que é errado senti-los, como se o normal, o padrão de correto, fosse estar 100% do tempo feliz e bem. Quando vc mostra o contrário, mesmo sendo só a pontinha do iceberg (porque vc também tem a sua privacidade e não é obrigada a mostrar tudo para o público), está indo contra tudo o que um digital influencer tenta transparecer, que a vida dele é sempre equilibrada, linda, cheia de viagens e amizades e relacionamentos maravilhosos (e a vida dele com certeza não é só isso, tem muita sujeira debaixo do tapete). Quando vc mostra o lado ruim e fala que possui depressão e transtorno borderline, está, além de colocando sob os holofotes um tabu que precisa ser exposto e desmistificado, se aproxima de nós, demonstra que também é humana e faz com que nos sintamos mais próximos de vc. Por isso acho vc a melhor influência de moda e beleza atualmente <3.
    Lindsay, eu sei que vc disse que não quer machucar ninguém e que afastou pessoas próximas, mas queria dar um conselho, desculpa se parecer intrusivo. Eu já tomei esses medicamentos e, no começo, eles fazem um efeito devastador a gente fica meio lerda, avoada, pode até causar amnésia. Nas primeiras semanas, a gente fica meio diferente mesmo. Não seria melhor vc ter alguém na sua casa que possa te ajudar? Porque isso é uma barra muito pesada pra segurar sozinha. Não seria melhor se alguém morasse com vc durante algum tempo só pra te ajudar nessas coisas? Não to falando tipo de um "cuidador" kkkkkk mas só algum amigo ou parente para ajudar e dar uma olhada um pouco.

    Bjss Lindsay, espero ter te ajudado <3 <3 <3

  26. Nathália

    12 de agosto de 2017 at 16:51

    Lindsay, espero que esse comentário seja útil e te dê forças.
    Gostaria de me abrir e talvez te estimular a ficar bem.
    Tenho 17 anos e os últimos três anos tem sido os piores pelos quais já passei. Não sou independente como você: me formei ano passado no ensino médio, faço cursinho agora e ainda não entrei na faculdade. Não quero comparar meus problemas aos seus, inclusive, te admiro por lidar com as críticas da forma como você lida, só quero dizer que ultimamente, venho tendo alguns sentimentos ruins que me põem para baixo. Sou uma pessoa extremamente ansiosa e costumo dizer que quem sou hoje é resultado da pressão que sofri durante o ensino médio. Tenho uma família incrível e unida; a pressão, de fato, vem de mim e da minha educação.
    Quero medicina, meu grande sonho ( o que explica o cursinho), mas ,por conta dele, me fechei para o mundo, desde a época de escola. Sempre fui meio careta e não consigo me identificar com muitas pessoas. Me sinto sozinha: tenho 1 melhor amigo, nunca tive relacionamentos amorosos, me sinto indesejada por não ter tantas curtidas nas redes sociais e nem sempre me sinto boa o bastante.
    Nunca tive coragem de me machucar, mas já desejei tantas vezes sumir, desaparecer completamente. Sinto vergonha de assumir isso: tenho boas condições de vida e sei que existem pessoas com maiores problemas, como você.
    Se estudo hoje e todos os dias, sem ir a festas ou dar toda a atenção a uma vida social, é porque ano que vem quero estar na universidade. Quero viajar mais com a minha família, andar pelo centro histórico de Porto Alegre, ter um namorado incrível, uma penca de amigos legais como você e experiências indescritíveis nos próximos anos.
    É isso que me faz seguir em frente.
    Nunca me abri tanto para alguém ( sério mesmo), porém não posso ficar calada vendo alguém se destruir aos poucos.
    Deve ser horrível testar remédios constantemente e não obter os resultados esperados, ter estado em um relacionamento abusivo que te consumia e achar que, nem sempre, tem controle sobre si mesma. Porém, a imagem que tenho de ti é a guria que disse que vai se mudar para Los Angeles um dia, que já mostrou um rapaz que parece te fazer muuuito bem, que merece cultivar as amizades que já tem e arrasar por aí de batom vermelho.
    Quero que tu te recuperes todos os dias! Não te afasta das pessoas, te cerca delas
    Não te isola do mundo, faz dele teu quintal
    Não desiste de viver.
    Eu tentarei o mesmo.
    Te adoro, realmente, e espero continuar podendo te acompanhar. Tu és inspiração é fonte de luz.
    Espero que eu tenha te ajudado de alguma forma.
    Milhares de abraços apertados,
    Nathália ❤️

  27. Mariana

    12 de agosto de 2017 at 17:29

    Lindeza, espero que fique bem logo. Sei que é quase clichê isso, mas não desiste, você ainda tem muito pra viver. Tem MUUUUITA gente que torce por você é só quer seu bem ❤️

  28. Marta

    12 de agosto de 2017 at 18:17

    nós te amamos muito lindsão, sempre estaremos aqui pra vc, não sei como é passar por isso mas desejo toda força do mundo, vc é forte sim pois esta dando o seu melhor e ainda se preocupa com todos seus fãs. você realmente merece o melhor, vc é a pessoa mais maravilhosa sim, vc vai ficar bem, não tem uma fã verdadeira sua que não torça por vc. te amamos, fighting!

  29. Deyselayne Cavalcante

    12 de agosto de 2017 at 19:33

    Meu amor eu sei bem como é se sentir assim e penso como vc por várias e várias vezes… mas se isso servir de algo princesa quero dizer a ti que eu tô aqui e te acompanho a muito tempo e sofro quando sei que você não está bem …nem sei se vc vai chegar a ler mas precisando de um ombro amigo eu estou aqui pra te ouvir e te apoiar ..tentar te animar ou pelo menos te fazer sorrir …
    Gosto de mais de vc Lindsão e me espelho em vc na sua força e capacidade ….
    Te considero como uma grande amiga mesmo estando tão distante espero q essa mensagem possa chegar a vc
    Te amo princesa .

  30. Driely Caroline

    12 de agosto de 2017 at 19:56

    Eu sou uma pessoa bem paranoica, nunca entrei em uma depressão profunda mas corri esse risco, minha mente naquela época era pior do que hoje em dia, era como se ela vivesse selecionando vários arquivos doentios na minha cabeça, criando problemas para eu mesma resolver, nunca machuquei eu mesma porque sempre tive a convicção de que jamais seria uma solução, mas entendo o que você quer falar, eu não me suportava, tinha momentos que ficava bem e depois piorava, o que afetava minha forma de agir com as pessoas já que meu humor mudava completamente.
    Eu tentei me reeducar, evitei ao máximo o que deixava minha mente frágil, passei a dedicar mais tempo a tudo que me trouxesse paz de espírito e me alegrasse, claro que não dá pra ser feliz o tempo todo mas vejo como melhorei, como minha mente melhorou principalmente. Te desejo tudo de bom, as coisas SEMPRE melhoram em algum momento, por mas que demore você tem que persistir e persistir.
    Adoro você gata <3, fica bem ok?

  31. Ana

    13 de agosto de 2017 at 12:45

    Oi Lindsay, torco muito por você. Por sua felicidade. Espero que você encontre sua paz…
    Não se sinta só, mesmo que ninguém esteja ao teu lado, saiba que em pensamento existem milhares de pessoas que querem o teu bem.
    Um beijo

  32. Kihyunie

    13 de agosto de 2017 at 17:28

    Oi Lin <3 Torço muito muito por você, te acompanho há uns 2 anos, mas ultimamente tenho me sentido mais próxima justamente por você estar se abrindo mais, falando sobre assuntos que ninguém ousa falar, e eu te admiro muito por ter uma personalidade tão forte. Apesar de ser um momento muito ruim pra você, você vem mostrando que "ter tudo" não é o mais importante, você não esconde sua realidade. Eu tenho 18 anos e eu também já cheguei a perder bastante essa vontade de viver, ás vezes acho que já passou o tempo de conseguir realizar meus sonhos, mas todos os dias venho lutando pra tentar ver o lado positivo das coisas, ao invés de enxergar um copo meio vazio eu tento enxergar ele meio cheio. Eu realmente te desejo do fundo do coração que você fique bem. Eu entendo uma parte da sua dor, e sei o quanto é ruim ouvir coisas como "reage, levanta dessa cama" "vai fazer alguma coisa" "vai sair com os amigos" sendo que se conseguíssemos fazer isso estávamos fazendo, não é uma escolha nossa. Tente fazer coisas que você nunca fez, ou que não tem o hábito, talvez te ajude pelo menos um pouquinho, pra você distrair. Um livro que me ajudou muito (por mais bobinho que pareça ser) foi o "Não se apega não" e "Não se iluda não", não por causa de macho, mas nele a Isabela fala coisinhas que nos faz pensar e nos sentir melhor, talvez você goste <3 Desculpe se se incomodou com algo que eu disse. Adoro você! Fique bem, e não se sinta só. Mesmo longe estamos com você!

  33. Juliana Mello @ Juntas e Arrumadas

    14 de agosto de 2017 at 15:21

    Oi, Lin. Nem sei se você vai chegar a ler isso. Te enviei uma direct também, mas imagino que sejam muitas mensagens e você não consegue ler tudo. De qlqr forma quero que você saiba que estamos aqui, ok?! Existem diversas pessoas ruins nesse mundo. Sempre vai ter alguém dizendo que é drama, que é melhor acabar com tudo isso mesmo… mas isso acontece porque as pessoas não sabem da nossa dor. E as pessoas só sabem dar valor para o que o outro sente, só quando sentem na própria pele. Não se deixe abalar por comentários maldosos. Só se fortaleça com isso. Olhe para o outro lado e veja quantas pessoas gostam de você. Eu adoro seu trabalho e ele é uma inspiração pra mim. Vira e mexe me pego vendo vários vídeos seus e gostando mais ainda de você. Querendo ser sua amiga mesmo, sabe?! Rs. Enfim. Não desiste. Você pode não acreditar, mas você é forte. Eu já passei por fases na minha vida que pensei que não suportaria. Já tive que trocar vários remédios porque também não me adaptava com nenhum. Não sei se você curte essas coisas, mas minha religião me ajudou muito. Comecei a frequentar um centro espírita/de umbanda e lá me encontrei. Caso você tenha a curiosidade, pode entrar em contato comigo para conversarmos mais sobre. Eles me fizeram me enxergar única, especial e amada. E nenhum psiquiatra fez isso por mim.
    Tô aqui, todos nós estamos. Queremos ver você forte.
    Bjs! <3

  34. Ju

    14 de agosto de 2017 at 23:54

    Te digo.. Esse ano achei que eu desistiria de vez. Também conheci meu limite, o pior lado de mim mesma, ouvi comentários terríveis e a cada vez que parava para refletir, pensava “tenho noivo, casamento marcado, trabalho, amigos, e nao quero viver”. Quando pensava nisso, minha culpa aumentava e a agonia piorava. Passei pelo inferno e continuo com a medicaçao, mas te garanto que essa fase pior PASSA. A Depressao é uma luta diaria, por isso a célebre frase UM DIA DE CADA VEZ. UM DIA pode ser decisivo. UM DIA pode ser menos dolorido que ontem, e assim por diante. Continue aqui!

  35. Amanda Benevides

    15 de agosto de 2017 at 11:00

    Também sou diagnosticada com síndrome de borderline, e sei o quanto isso pesa aqui dentro. Só queria dizer que você é uma pessoa muito forte, e que a vida por mais estranha e torta que seja, tem um pouquinho de mágica. Para cada pessoa ruim e cada comentário maldoso lembra daqueles tantos outros e daquelas tantas outras pessoas que torcem pela sua felicidade. E mesmo que seja duro e difícil quando se olhar no espelho, eu sei que é difícil, lembra de o quanto você se ama, mesmo que esse amor tenha se perdido um pouco, lembra da força que tu tem aí dentro, lembra de o quanto você é capaz de ser feliz, eu sei que você é forte.
    Sua vida importa Lind, e eu torço muito pela sua felicidade!

  36. Murielly

    15 de agosto de 2017 at 16:03

    Mulherrrrrr como aaaassssiiiimmmmm não tem vontade de viver??? vc ja se olhou no espelho???? voce é LINDAAAA pelo amorrrrr de Deus para e pensa na gente suas seguidoras que gosta tanto de vc que admira vc por tudo q vc é e por tudo q vc ja passou, coloca uma coi9sa na sua cabeça se a gente q não é nada tem critica imagine vc que tem uma vida aberta vai ter sempre sabe pq pq tem pessoas maldosas é isso q vc tem q pensar! teve uma vez que uma blogueira famosinha disse uma coisa e é verdade e se fosse vc pensava igual a ela, ela tava super pra baixo ja não tinha mais vontade de postar nada tipo tava sumindo ai ela parou e pensou com ela mesma “gente é isso que o povo quer que eu desista que eu pare de fazer o que eu gosto por isso que eles me querem ver tão pra baixo pq o lindo todos querem mais ninguem quer passar pelo terror” ela disse desse jeito nunca mais esqueço e quer saber pense dessa forma vc ter um transtorno não é nada perto de alguem que esta de cama prestes a morrer implorando pra Deus ter misericordia pra viver só + 1 dia, Lin agradece pelo q vc tem se vc sempre colocar isso na sua cabeça vc não vai dar espaço pra esses disturbios te atingirem, homem? Ahhh minha filha um puta mulherão igual a vc pode achar muitos homens por ai talvez que preste talvez não mais o tempo vai te dar um bommm parceiro pensa nos 3 F – Fé Foco e Força!!!
    Fé – Tenha Fé em vc tenha Fé em Deus
    Foco – Foca no que te faz bem, foca no seu trabalho, na suas escolhas
    Força – Tenha Força de vontade chorar e se automutilar não vai te ajudar em nada Força para continuara a sua vida vale muito e a gente te ama, acredita em Deus e segue em frente TUDO PASSA!

  37. Larissa

    15 de agosto de 2017 at 17:15

    Esse comentário pode não ser nada pra vc, mas, olha só como o mundo é uma coisa engraçada. Passei pelas mesmas coisas que vc mais ou menos ao mesmo tempo (pelo menos oq vc expôs) e era estranho como seus vídeos pareciam falar de mim. Tenho os mesmos diagnósticos q vc, td dia engulo todos aqueles sentimentos, que os sinto tanto que as vezes nem parece que sou eu. Tento rir de mim mesma, seguir em frente apesar de tudo, só levando. Não da pra viver só sendo feliz. Vou tentando ver coisas positivas. Catando uma alegria ou outra no meio da merda. Enfim, só queria dizer que te entendo. Se quiser fazer um desabafo ou outro estamos ai.

Leave a Reply