Uncategorized

LOVE HURTS

Te conhecer foi a melhor coisa que me aconteceu esse ano. Em um dia qualquer, encontrei seu Instagram. Tudo aconteceu quando te elogiei e disse que você era a coisa mais fofa, e seus olhos eram maravilhosos, e logo você me respondeu sendo gentil, agradecendo. Nós conversamos no mesmo dia, e eu ri tanto, mesmo triste com meus problemas, fraca por dentro, sem esperanças pra tantas coisas… Você conversou comigo a noite toda e eu fui dormir feliz naquele dia, depois de tanto tempo indo dormir mal. Não paramos de conversar nos dias seguintes, foi intenso, porque conversar com você era tão bom, e eu mal podia esperar para conhecer a pessoa por trás daquelas conversas e fotos. Marcamos um encontro aleatório numa noite de um evento pra qual fui convidada, e conversamos pelo celular durante o evento das coisas que aconteciam ali, e do quão desagradável estava tudo aquilo ao meu redor. Eu queria você ali do meu lado, mesmo não te conhecendo pessoalmente.. até que do nada combinamos de nos encontrar ali mesmo, no evento entediante, e você concordou em me ver, e foi quando meus olhos brilharam e eu sorri, me empolguei, fui até fazer uma massagem dentro desse evento, pra te receber, tranquila, sem estresse. Assim que você chegou, na portaria você disse que era meu namorado (e rimos disso a noite toda praticamente), eu sai da massagem e me olhei no espelho umas 5 vezes pra saber qual seria a impressão que você teria de mim, e como eu fiquei nervosa e eufórica naquele momento. Eu te encontrei ali, radiante, no meio de tanta gente e por um momento paralisei, e logo fui te cumprimentar, morrendo de vergonha de falar algo constrangedor, pois você sabe que eu falo muita coisa sem pensar. Conversamos e bebemos, até que fomos para a casa. Não paramos de nos falar, um dia sequer, e fui começando a gostar de você, conhecer seus gostos, descobrindo a pessoa sensível, gentil, forte e maravilhosa que você é, e eu me senti acolhida, pois você via o mesmo em mim. Era como se eu tivesse encontrado minha alma gêmea, pois tínhamos praticamente tudo em comum. Gostos, decepções amorosas, mágoas, riamos das mesmas coisas, até ir morar em Los Angeles tínhamos em comum.. você era perfeito, o homem dos meus sonhos. Eu estava feliz e radiante. Saímos juntos mais vezes e só fui me apaixonando por você e te descobrindo mais e mais, eu queria conhecer tudo sobre você, pois me fazia bem, te amar me dava esperanças de um futuro melhor. Você foi pra fora do país no auge da minha paixão e disse que voltaria no próximo mês, e eu esperei por você, sofri, chorei noites e noites de saudade sua.. foi o mês mais longo e desesperador da minha vida, e eu contava (mesmo) as horas e os dias pra te ver. Você voltou, mas as coisas não foram igual a antes. Não sei quando foi que aconteceu, mas tudo começou a desandar, provavelmente porque eu falhei, em algum momento, como sempre.. e eu gostaria de recuperar todo o tempo perdido e curar todas as cicatrizes que te deixei, ter a oportunidade de te abraçar e te beijar, dizer o quanto te amo e o quanto queria você na minha vida, não por mim, mas porque eu sei que podia te fazer feliz, mesmo com meus problemas. Começamos a brigar, nos culpar por problemas que poderiam ser resolvidos se insistíssemos, se tivéssemos um pouco de paciência um com o outro e compreensão. Nos perdemos, nos afastamos, nos machucamos muito.. minha dor voltou, minhas esperanças começaram ir embora novamente e comecei a me torturar e perdi a cabeça como nunca, literalmente, arrependida com tudo. Eu só estraguei as coisas…

Você já sentiu o seu coração doer, mas doer de verdade? Aquela dor que esmaga e suga todas as energias e forças que você tem? O amor machuca, e como machuca. Dizem que só vale a pena sofrer por quem merece, e atualmente me sinto assim, e muitos de vocês também, no mundo todo. Todo mundo sofre por alguém, não é mesmo? E aqueles que não queremos superar e nos permitir esquecer, quando você só queria voltar no tempo pra poder fazer tudo de novo, só que sem errar da mesma maneira? Ah… essa é uma das poucas coisas que me arrependo na vida, e olha que eu não me arrependo de quase nada. Mas destruir alguém que você ama, sem intenção, porque também está ferida, é uma das piores coisas da vida. Eu me culpo todos os dias por ter errado e por ser tão errada com tudo, e mesmo tentando aprender com tudo isso, eu só me machuco mais e mais.

Meu coração dói tanto de pensar em não sentir mais o seu cheiro, te fazer carinho, te fazer feliz e ver seu sorriso e seu olhar, que por sinal, era a combinação mais linda do mundo. Tudo isso me dói tanto, por que nos machucamos dessa maneira, quando poderíamos ser mais pacientes com tudo? Eu preciso dizer mais uma vez que eu daria tudo pra recomeçar, mas somos obrigados a aprender com os erros, quebrar a cara, nos ralar, pra crescermos e aprendermos com tudo, não é? Mas ainda sim, daria tudo pra voltar no tempo e te amar nem que se fosse pela última vez, uma última chance.

Comments

comments

6 Comments

  1. Bárbara F

    28 de agosto de 2017 at 1:38

    Cara, volta. Dá essa chance das coisas acontecerem melhor do que foram.

  2. Denize Mesquita

    28 de agosto de 2017 at 4:22

    Lindsay, ler seus textos é encontrar alguém no mundo com as mesmas feridas. Eu vejo o quanto relacionamentos podem ser destrutivos para pessoas como nós, que falam sem pensar, que as vezes sem querer falam pra machucar porque já nos machucaram tanto que as vezes parece que só conhecemos isso. Digo isso porque passei por vários relacionamentos conturbados até que conheci a pessoa com quem estou hoje. Eu tenho 23 anos só, mas eu nunca tinha amado ninguém até então. Eu simplesmente não conseguia. Então essa pessoa apareceu. E eu já estava tão cansada que simplesmente coloquei um aviso gigante em mim cheio de arames farpados pra ele se afastar. Mas, de um forma que não consigo explicar, a gente continuava se aproximando ( e nem vamos aos mesmo lugares, mas achávamos uma forma). Eu errava, ele sofria, depois tentava me perdoar e voltava. Várias vezes. Até que um dia tivemos uma briga horrível. Eu tenho vergonha de mim. Pra tu ter uma ideia, até polícia ele precisou chamar pra eu me acalmar. Mas ele me perdoo e voltamos. Mais uma vez eu o machuquei e dessa vez eu mesma quis me afastar. Eu estava cansada de ser essa bomba explosiva, completamente confusa e impossível desarmar. E eu sentia que ele me amava e não ia conseguir me largar. Eu quem devia colocar um fim nisso. Nos encontramos no mesmo lugar que fomos tantas vezes pra “terminar”. No meio da conversa tivemos a ideia sem sentido de fazer uma lista onde eu escrevia os meus e os deles: defeitos e qualidades. E ele faria o mesmo comigo. E além disso, colocamos o que a gente estava disposto a mudar e o que não estava, pro outro saber se topava continuar.” Um acordo? Isso não é amor.” Foi o que me falaram. Mas foi a primeira vez em que eu tive a coragem de encarar os meus problemas e mais ainda,juntos firmamos esse “acordo” de mudar. Com o tempo, o acordo ficou natural. Eu também conheci uma youtuber que me inspirou a voltar pra análise, o nome dela é Lindsay Woods (não sei se vc conhece haha). E eu me determinei a mudar. Claro, a gente briga ainda, quase sempre sou inpulsiva. Então tivemos que fazer um roteiro pra isso onde ele entende que o que falae naquele momento, ele não deve responder, só se afastar. Eu começo a falar tanta bosta quando to nervosa. Cê não tem ideia. Mas, de jeito sem sentido é que ele ( o “normal” da relação) tá conseguindo lidar comigo ( a “normal ” também, porém com uns fiozinhos descascados). Se você leu minha história e não sacou o que eu quero dizer é que: quando é akai ito, é muito difícil o fio se desfazer. Juntos voces encontrarao uma solucao (como eu achei a minha mesmo sendo sem sentido). E você conseguirá se enxergar e admitir coisas que precisam ser mudadas ( da sua parte, da parte e na relação). Agora, conselho de amiga: reconheça que você o machucou e se o ama, mude isso mesmo que não estejam mais juntos. Dica de uma pessoa impulsiva que já machucou muita gente com palavras,postagens e ações. Um abraço.

  3. Juliana Mello @ Juntas e Arrumadas

    28 de agosto de 2017 at 17:25

    Que texto mais lindo, Lin. Pode ter certeza que tudo acontece do jeito que tem que acontecer e na hora que tem que acontecer. Às vezes a gente não entende, mas sempre tem uma lição para futuras experiências.
    Bjs. <3

  4. Lorraine

    30 de agosto de 2017 at 0:36

    Nossa! Sou exatamente igual a vc e meu relacionamento ta indo p lixo por conta disso. Eu vejo o qnt ele insiste na gente mas ainda sim é dificil me controlar. N sei mais oq fazer

  5. Nadaalemdoceu

    1 de setembro de 2017 at 0:49

    Lidsay ,
    Você precisa curar suas feridas, pessoas feridas ferem outras pessoas, pessoas machucadas machucam outra pessoas , pessoas magoadas magoam outras pessoas . Você é incrível ! Precisa se curar de suas mágoas e feridas! Sei que você não acredita em Deus mas ! Vou orar por sua vida para que você seja curada! A culpa não é sua de você ser assim, você foi moldada por todas as decepções e sofrimentos que teve . Ele te ama 🙏🏻 Quando se sentir só olhe para as estrelas e veja a imensidão do amor dele por você ! Jamais estará só pequena ❤️

  6. San

    6 de setembro de 2017 at 0:14

    Por favor, leia o blog da Isabela Freitas de cabo a rabo, você não pode colocar sua felicidade nas mãos de outras pessoas. Você sabe o que Você sente e o que Você quer, mas não sabe o que se passa na cabeça das outras pessoas ou se as outras pessoas vão mudar com o tempo. Se tratando de relacionamentos amorosos é pior ainda, curta o momento com a pessoa, MAS sabendo que aquilo pode acabar a qualquer momento, pq é assim que acontece o tempo todo com muitas pessoas nesse mundão. Aprenda a ser feliz sozinha, ache 1 ou 10 hobbys, faça um curso, viaje, descubra sua felicidade sem depender de ninguém. Aí se um cara chegar na sua vida e decidir partir vc sofrerá, mas não tanto(ou por tanto tempo) pq aí Você saberá o que te faz feliz pq vc era feliz quando estava sozinha, entende?? Não quero soar rude, te acompanho desde a época que vc ainda tava na escola, eu tenho depressão e sofro com ansiedade e já sofri MUITO com relacionamentos por eu ser uma pessoa dependente. Depois que desapeguei disso, melhorei muito a minha vida. Espero que vc Leia isso e que faça uma diferença na sua vida!

Leave a Reply